(38) 3614-1537 | 3614-1429

Siga nos nas redes sociais    icon face   icon insta

PREFEITO FREDSON FRANÇA, A CONVITE DA CÂMARA, VAI A ESTA CASA FALAR SOBRE A POSIÇÃO DO MUNICÍPIO DIANTE A INTERVENÇÃO DA FUNDAÇÃO DE SAÚDE DE MONTALVÂNIA PELA JUSTIÇA

PREFEITO FREDSON FRANÇA, A CONVITE DA CÂMARA, VAI A ESTA CASA FALAR SOBRE A POSIÇÃO DO MUNICÍPIO DIANTE A INTERVENÇÃO DA FUNDAÇÃO DE SAÚDE DE MONTALVÂNIA PELA JUSTIÇA


- Poderes Executivo e Legislativo criaram comissão mista para verificar as reais condições do Hospital Cristo Rei, mantido pela Fundação de Saúde de Montalvânia, que está sob intervenção da Justiça
Atendendo a convite da Câmara de Vereadores de Montalvânia, o prefeito, Fredson França, compareceu a esta instituição na manhã dessa quinta-feira (4), para discutir, juntamente com os vereadores, e encontrar solução para resolver contratempos que teriam sido causados pela intervenção da Fundação de Saúde de Montalvânia pela Justiça.
O ofício recebido pelo prefeito o convidava para ir ao Plenário da Câmara “para tomar providências com relação a inúmeras reclamações da população com rumores de que o Hospital Cristo Rei estaria com escassez de oxigênio, entre outros.”
Gentilmente o prefeito atendeu ao convite e compareceu a reunião, momento em que falou para todos os vereadores sobre sua preocupação com os rumos da Fundação de Saúde de Montalvânia, mantenedora do Hospital Cristo Rei, que está sendo investigada pela Polícia Civil, por desvios de recursos e, recentemente a Justiça determinou sua intervenção, com a nomeação de três interventores: um representante do Poder Executivo, um representante da Câmara de Vereadores e outro da Gerência Regional de Saúde – GRS de Januária.
Sobre uma possível falta de oxigênio no Hospital, o prefeito afirmou que preza por uma Saúde de qualidade e que jamais deixaria faltar alguma coisa ao hospital e muito menos que o atendimento à população seja comprometido e garantiu ainda que, durante a sua gestão não irá deixar faltar nada ao Hospital.
- A Saúde merece e precisa de investimentos e recursos, mas exigimos transparência dessa atual diretoria, até para receber mais recursos. Se está faltando alimentos ou algum insumo é por falta de planejamento da sua diretoria. Ainda não tivemos acesso ao Hospital e tudo que sabemos é por meio de redes sociais. Garanto que, pelo menos durante a minha gestão, não irão faltar recursos para manter o hospital funcionando, pois existem verbas para isso, garantiu o prefeito.
Fredson França ouviu questionamentos dos vereadores sobre a Fundação e disse ainda que o que está acontecendo atualmente na instituição não foi criado durante sua gestão, e sugeriu a criação de uma comissão mista formada por integrantes dos Poderes Executivo e Legislativo, para juntos, fazerem visitas ao hospital para conhecerem de perto a sua verdadeira realidade.
O prefeito também sugeriu mudar o Conselho que atualmente “parece ser um conselho formado por amigos”.
- O Conselho deveria ter a participação de pessoas representantes de diversos setores da sociedade e não da forma como é, sugeriu o prefeito.
O prefeito disse ainda que o indicado do Poder Executivo para fazer parte da Comissão Interventora é o médico especialista em cirurgia geral, Ivan Bonfim de Oliveira, que já fez parte do Conselho e presidente da Fundação, afastando-se, segundo ele, por discordar da Gestão Hospitalar.
- Dr. Ivan conhece e tem conhecimento técnico para tal, além disso foi ele quem doou o terreno e ajudou na elaboração do projeto para a construção do hospital, e que foi à Alemanha em busca de recursos para sua construção, junto com o saudoso padre Guilherme Michells, idealizador do hospital, declarou o prefeito.
Após a reunião o prefeito, Fredson França, a secretária municipal de Saúde, Wanessa Santos Pereira, e uma comissão representando o Poder Legislativo, formada pelos vereadores Nilton Carlos Lopes da Silva – presidente da Câmara, Jerry Jânio Ferreira de Souza, Renata Lima Abreu e Wiliany Neves Costa Mota, foram visitar o Hospital e verificar suas condições e, assim, tomar as medidas necessárias para manter a instituição funcionando sem prejudicar a população de Montalvânia.
O prefeito encerrou dizendo que ele e essa Administração estão à disposição do Hospital, para o que a instituição precisar, e que a população pode ficar despreocupada pois, jamais, irá deixar faltar algo ao Hospital, muito menos que a população fique sem atendimento.

on 05 Março 2021
Acessos: 204