(38) 3614-1537 | 3614-1429

Siga nos nas redes sociais    icon face   icon insta

MAIS UM SONHO COMEÇA A SE TORNAR REALIDADE

Diretor do DER-MG e Prefeitos assinam Ordem de Celebração de Convênio para a elaboração do projeto de engenharia das obras de melhoramento e pavimentação do trecho Montalvânia-Chapada Gaúcha.

O sonho do fundador da cidade de Montalvânia, Antônio Lopo Montalvão, em construir uma estrada direto para Brasília-DF (que parecia ter sido enterrado com a alteração do traçado original da BR 030) começou a se tornar realidade na noite desta quinta, 23 com a assinatura da Ordem de Celebração de Convênio com o DER/MG para a elaboração do projeto de engenharia das obras de melhoramento e pavimentação do trecho Montalvânia-Chapada Gaúcha.


De acordo com o termo, a ordem será válida para o início dos trabalhos após o período eleitoral. O Projeto completo contempla a extensão de 194,8 km, com R$8 milhões de reais de investimentos e com a previsão de conclusão em até 18 meses. A razão para a celebração do convênio entre o DER-MG e os municípios se dá em função da estrada constar nos registros atuais como de responsabilidade dos municípios. Além do Diretor Geral do DER/MG Rodrigo Rodrigues Tavares, também assinaram a ordem o Prefeito de Montalvânia Fredson França; a Prefeita de Bonito de Minas Vânia Carneiro; o Prefeito de Chapada Gaúcha Jair Montagner e o Prefeito de Juvenília Rômulo Carneiro.
O Auditório Juarez Spínola Guedes (Monte Lopino), local escolhido para a solenidade, não poderia ser mais propício para reascender o sonho antigo de Antônio Montalvão, “Montalvânia-Brasília: um pulo de sapo”. E agora com a adesão de mais sonhadores, entre eles o próprio Diretor Geral do DER/MG Rodrigo Rodrigues Tavares, que fez questão de ressaltar que “a única forma de sonhar com a pavimentação é primeiro ter um projeto”. Ele lembra que em novembro de 2021 fez o percurso de um trecho da estrada e na época a intenção era fazer o melhoramento com recursos de emenda parlamentar destinada a esta finalidade. No entanto, a tentativa esbarrou nas questões técnicas, já que o traçado original foi alterado e com isso a estrada não estava sob a jurisdição nem do DNIT, nem do DER-MG e consta como estrada de responsabilidade dos municípios.
Na sua fala, o Prefeito Fredson França fez questão de agradecer a presença dos demais prefeitos, da vice-prefeita Horenca Bonfim, dos vereadores, secretários, representantes, empresários, fazendeiros e população em geral. “Esse é um momento histórico para nossa cidade de Montalvânia. Falar dessa estrada de Chapada Gaúcha a Montalvânia, eu falo com propriedade, pois conheço ela de ponta a ponta. Já passei por esta estrada nos ônibus da Santo Antônio, já dormi nesta estrada, e também já fiquei atolado. Por isso, conheço todos os sofrimentos de quem passa nesta estrada. Quando você pensar que é possível escoar as produções (como a soja) pelos Portos de Ilhéus ou Itaqui; pensar na rota turística com destino ao litoral e ter a certeza do desenvolvimento da nossa região”, concluiu o prefeito.

on 23 Setembro 2022
Acessos: 11