(38) 3614-1537 | 3614-1429

Siga nos nas redes sociais    icon face   icon insta

UBS ESPERANÇA RECEBE PALESTRAS JANEIRO BRANCO E JANEIRO ROXO

Os moradores da área de abrangência da UBS Esperança em Montalvânia, tiveram a oportunidade de participar no último dia 25 das palestras de prevenção ao adoecimento mental (janeiro branco) e de combate à Hanseníase (janeiro roxo). A campanha foi criada pelos Conselhos de Medicina e Psicologia para difundir um conceito ampliado de saúde mental e saúde emocional, buscando o equilíbrio, com destaque para a importância da profilaxia (prevenção), antes que seja necessário o tratamento.


A psicóloga Thamires Machado Costa destaca que o índice de pessoas doentes emocionalmente tem crescido assombrosamente nos últimos três anos, estudos comprovam que por conta da pandemia esse fator tem sido relevante. “Temos buscado atender tanto a sede do município, como os distritos de uma maneira ímpar. Para isso, a Prefeitura Municipal de Montalvânia disponibilizou veículos, materiais e toda a equipe multidisciplinar para que os eventos tivessem melhor aproveitamento. A promoção da saúde mental é essencial para que o indivíduo tenha a capacidade necessária de executar suas habilidades pessoais e profissionais”, finaliza a psicóloga.
Já a Hanseníase (janeiro roxo) é considerada a enfermidade mais antiga da humanidade. Ela tem cura, mas ainda hoje representa um problema de saúde pública no Brasil. A enfermeira Ana Carolina Vilela Tostes (referência em Hanseníase) explica que se trata de uma doença tropical negligenciada, infectocontagiosa de evolução crônica, que se manifesta principalmente por meio de lesões na pele e sintomas neurológicos como dormências e diminuição de força nas mãos e nos pés. O diagnóstico, tratamento e cura dependem de exames clínicos minuciosos e da capacitação do médico e do enfermeiro.
Quando descoberta e tratada tardiamente, a hanseníase pode trazer deformidades e incapacidades físicas. No Brasil, o tratamento é gratuito e oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes podem se tratar em casa, com supervisão periódica nas unidades básicas de saúde.
“Ao longo dos últimos dez anos, o Brasil registrou 312 mil casos novos de hanseníase, o que coloca o País no segundo lugar do ranking mundial dessa doença. Deste total cerca de 30% (90 mil pessoas) já foram diagnosticados com algum grau de incapacidade física, ou seja, apresentavam perda de força e/ou da sensibilidade protetora ou deformidades visíveis nas mãos, pés ou olhos. Hoje a Hanseníase se encontra controlada no município, temos no momento em tratamento 02 pacientes. Isso devido aos trabalhos das UBS´s”, explica Ana Carolina.
Ao todo, neste mês de janeiro foram realizadas seis palestras, sendo elas: na UBS Esperança (Montalvânia), Soldados da Saúde (Montalvânia), Determinados pela Saúde (Cana Brava/Pitarana), Pró-Vida (Capitânia) e UBS Veredas (Novo Horizonte), alcançando 125 pessoas com a temática. É Prefeitura de Montalvânia cuidando da saúde dos cochaninos!

Visite o site o nosso site: www.montalvania.mg.gov.br
Acompanhe nossas redes sociais:
Facebook: @prefeiturademontalvania1
Instagram: @prefeiturademontalvania
#prefeiturademontalvania #administraçãogentequefaz #GenteQueFaz

on 31 Janeiro 2022
Acessos: 25