Utilidade Pública
Links Relacionados

Prefeitura intensifica a campanha Outubro Rosa



A Prefeitura de Montalvânia está engajada na campanha Outubro Rosa, que é uma campanha nacional de conscientização, com o objetivo principal de alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A campanha acontece com mais intensidade no mês de outubro e tem como símbolo o laço cor de rosa.

 

 

 

 

Doença muito rara antes dos 35 anos, mas com uma incidência que cresce rápido e progressivamente a partir desta faixa etária, o câncer de mama é o tumor que mais mata mulheres no Brasil. O movimento Outubro Rosa, celebrado mundialmente, foi abraçado pela Prefeitura de Montalvânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

 

 De acordo com a coordenadora municipal da Atenção Primária em Saúde, Alex Sandra Fraga, todas as unidades de saúde do Município, (PSF’s) da sede e da zona rural, estão engajadas na campanha, oferecendo atividades educativas e preventivas sobre o câncer de mama e colo do útero durante a campanha.

 

Conforme a coordenadora, o exame preventivo feito na unidade de saúde é fundamental para o diagnóstico precoce e serão intensificados neste período, sendo marcados pelos agentes de saúde conforme a necessidade de cada mulher.

 

Ainda de acordo com a coordenadora a prevenção é realiza todas as semanas nas unidades do Município, cerca de 10 por semana em cada unidade, e em todas as sextas-feiras são realizadas 14 mamografias.

 

 

 

Nos dias 27, 28, 29 e 30 de outubro serão realizadas pelas ruas das cidades e dos distritos, caminhadas com faixas educativas e preventivas sobre a doença para chamar a atenção da população. Participe. Vá e leve sua família!

 

 

Programação das Campanhas Outubro Rosa

 

 

- Sempre a partir das 7 horas da manhã, com concentração e saída em frente ao PSF. Em Montalvânia a saída será da Praça de Esportes.

 

Dia 27 (Segunda-feira)  - Pitarana

 

Dia 28 (Terça-feira) - Capitania

 

Dia 29 (Quarta-feira) - Montalvânia

 

Dia 30 (Quinta-feira) – São Sebastião de Poções

 

 

 

 

A prevenção é o melhor remédio. Previna-se

 

 

A prevenção é a melhor maneira de lidar contra o câncer de mama, a doença que mais mata mulheres no Brasil, com 50 mil casos e 10 mil óbitos anualmente, segundo o Ministério da Saúde. E ela atinge também os homens (um caso masculino a cada 150 femininos), que precisam ter os mesmos cuidados preventivos. Por isso, é importante ficar atento a algumas dicas dos especialistas.

 

 

·         Realize o autoexame uma vez por mês. Vá até o espelho, erga seus braços, apalpe os seios e as axilas. Se encontrar algum “caroço”, procure seu médico. O hábito pode ser adotado a partir dos 20 anos, e é capaz de detectar tumores com mais de 1,5 centímetro. Mas “a mulher precisa ser muito bem orientada para fazer isso”, afirma o médico José Roberto Filassi, chefe do Departamento de Mastologia da USP e do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Portanto, consultas regulares a um especialista são importantes: ele fará um exame mais detalhado e dará orientações.

 

·         Previna-se com a mamografia — uma radiografia detalhada, mais eficaz para mulheres com idade superior a 40 ou 50 anos. Alguns médicos defendem que ela seja feita anualmente; outros, de dois em dois anos. O exame identifica nódulos milimétricos, não detectáveis no autoexame.

 

·         Se tiver histórico da doença na família, opte primeiro por uma ultrassonografia antes da mamografia propriamente dita — pois o índice de radiação nesse exame é ínfimo — ou por uma ressonância magnética, método de diagnóstico por imagem que não utiliza radiação e produz imagens de alta definição das mamas.

 

·         Começou a menstruar antes dos 12 anos e passou por menopausa depois dos 55? Fique alerta. Quanto maior o período menstrual, maior a exposição ao estrógeno (hormônio feminino), o que eleva o número de células mamárias e, consequentemente, o risco de tumores.

 

·         Não ter filhos ou tê-los depois dos 30 anos é outro fator de risco: é durante a gravidez que o desenvolvimento da mama se completa. Quando a gravidez é tardia, a mama fica mais suscetível a sofrer alterações celulares.












Comentários



Webmail
Senha:

Enquete
Resultado parcial


Previsão do Tempo




 

Prefeitura de Montalvânia-MG

Todos os direitos reservados

Jornalista Responsável: Fernando Paulo Lima Abreu

RP JP/MG 11.042

 

NJ Gabling Sites